"Ninguém tem o direito de ameaçar a minha integridade física, de me ameaçar como mulher"

A porta-voz do PAN, Inês de Sousa Real, foi ameaçada de morte nas redes sociais, denunciou a própria, nesta quinta-feira. Em entrevista na TVI24, a política lembra que esta não é a primeira vez que algo do género acontece, mas entende que o facto de ter assumido a liderança do partido, nomeadamente por ser mulher, "as ofensas ou injúrias de antes, a adjetivação das mesmas, vão sempre para caraterísticas amorais, de uma baixa vulgaridade que é absolutamente inadmissível

Sobre "Noite 24"