Nuno Crato despede professores já colocados

Quase um mês depois, o Ministério da Educação decidiu anular as listas de colocação de professores que tanta polémica provocaram. Esta decisão significa uma grande perturbação e em muitos casos a necessidade de recomeçar o ano letivo em outubro. Primeiros efeitos: professores dispensados, diretores de escola desorientados, novas listas de colocação de professores publicadas e mais alunos sem aulas na próxima semana.