"O desporto não pode ser o palco de violência, nem de valores que violem a dignidade humana"

O primeiro-ministro reagiu ao caso de Marega, que foi alvo de insultos racistas durante o jogo do Futebol Clube do Porto contra o Vitória de Guimarães.

António Costa repudiou a atitude dos adeptos vimaranenses e afirmou que este foi “um dia absolutamente lamentável” para o desporto, que não pode nunca ser “palco de violência, nem de expressão de valores que violem a dignidade humana”.

Sobre "Notícias"