O dia a dia do português com coronavírus internado no Japão

 

Depois de 7 horas de viagem, escoltado por militares japoneses, Adriano Maranhão já se encontra no hospital universitário de Fujita, na província de Aichi. 

O hospital é um estabelecimento recém-construído, cuja inauguração só estava prevista para abril e do qual a família não tem razões de queixa.

Sobre "Jornal da Uma"