O que se sabe sobre o explosivo que causou a destruição do porto de Beirute?

Mais de duas mil e 700 toneladas de nitrato de amónio estiveram na origem da explosão em Beirute. É um dos fertilizantes mais utilizados na agricultura.

É inofensivo sozinho, mas explosivo quando exposto a outras substâncias e ao calor.

Estava armazenado há mais de seis anos sem as devidas medidas de precaução no porto da capital libanesa. Ou seja, todos os ingredientes para uma catástrofe.

Sobre "Jornal da Uma"