"O suspeito está morto"

Numa declaração à imprensa, a polícia explicou que a prioridade foi salvar os reféns no interior do bar de Orlando. Sem avançar com números, o xerife confirmou, num balanço às primeiras horas do dia, a existência de "várias vítimas" e 42 feridos.