"Operação Antídoto": médicos admitiram passar receitas sem ver os doentes

Ficou em prisão preventiva o farmacêutico envolvido no alegado esquema de receitas falsas que terá lesado o Estado num milhão de euros. A TVI sabe que dois dos cinco médicos detidos admitiram ao juiz que passaram receitas sem verem os doentes, mas recusam qualquer fraude. Os clínicos saíram todos em liberdade.