Operação "Teia": medidas de coação conhecidas segunda-feira

Depois de presente a primeiro interrogatório judicial, o presidente do IPO do Porto saiu em liberdade sob caução. Quanto aos restantes três arguidos, o Ministério Público pede medidas de privação de liberdade