“Ao PS só tenho a dizer: bem-vindos às contas equilibradas”

Cecília Meireles criticou Governo, que acusou de apresentar “contas certas” à custa de cativações. A deputada do CDS explicou que esse é um recurso financeiro finito, em que terão de ser investidos fundos no futuro e que poderão gerar um desequilíbrio económico. Cecília Meireles garantiu ainda que o CDS gostaria de ver este excedente orçamental aplicado de maneira a que fosse possível diminuir o IRS.

Sobre "Circulatura do quadrado"