Caso EDP: "Vejo muita polémica. Isto, não começou muito bem"

Jorge Coelho lembrou o caso de Manuel Jarmela Palos para analisar a suspensão das atividades profissionais de António Mexia e Manso Neto na administração da EDP e EDP Renováveis.

O comentador da TVI expôs o caso em que o ex-diretor do SEF foi acusado de corrupção ativa. Jarmela Palos foi afastado do cargo que ocupava, preso preventivamente, ficando em prisão domiciliar, e acabou por ser absolvido em primeira instância.

Jorge Coelho considera que estes casos de "morte cívica" não podem ocorrer num país democrático. 

Sobre "Circulatura do quadrado"