"É estranho o MP ter demorado 15 dias a abrir um inquérito a José Silvano"

Miguel Sousa Tavares defendeu, esta quinta-feira, no Jornal das 8 da TVI, que a abertura de um inquérito ao secretário-geral do PSD representa uma intromissão da Procuradoria-Geral da República nos poderes de outro órgão de soberania, ou seja, o Parlamento.