“Era indispensável o Estado de Emergência”

Paulo Rangel considera que era “indispensável” uma segunda renovação do Estado de Emergência. O eurodeputado considera que se podem começar a aligeirar as medidas já neste terceiro período, mas que devem ser acompanhadas de uma comunicação muito cautelosa.

Sobre "Notícias"