Estado de Emergência: “É preciso muito cuidado quando se mexe com direitos fundamentais”

Pacheco Pereira não entende por que motivo o Estado de Emergência proíbe o direito à greve, numa altura de solidariedade nacional, em que não há qualquer tipo de protesto agendado.

O comentador da TVI alerta ainda para o facto de esta proibição por ser aproveitada pelas entidades patronais.

Sobre "Circulatura do quadrado"