Imposto às multinacionais tecnológicas não deve ser homogéneo, diz Miguel Guedes

O G7 - grupo dos países mais industrializados do mundo, composto por: Alemanha, Canadá, Estados Unidos, França, Itália, Japão e Reino Unido - querem taxar as grandes multinacionais tecnológicas com um imposto de 15%. 

Miguel Guedes considera que o imposto não deve ser homogéneo, porque isso pode criar disfunções. 

"Pode ser a mudança de um paradigma e eu percebo porque é que este princípio pode incomodar muita gente. Porque é o princípio do fim da lei da selva", disse o comentador. 

Sobre "O Dilema"