Comentário de Pacheco Pereira no Jornal das 8.