Paulo Portas e a "confusão" sobre a AstraZeneca: "A DGS já teve melhores dias"

Paulo Portas considera que a mais recente recomendação da DGS sobre a AstraZeneca é um "texto confuso". "E num processo de vacinação dispensa-se a confusão. Aquilo diz ao mesmo tempo sim, não e talvez", considera. Dizendo ainda: "A DGS já teve melhores dias".

Além disso, o comentador da TVI critica o facto de a entidade responsável transferir a responsabilidade da toma da vacina para os cidadãos: "A DGS diz que não se pode dar a menos de 60 mas se uma pessoa quiser mesmo tomar, então, assine um papel e faça o favor. Não acho bonito uma autoridade técnica fazer isto", criticou. "A minha esperança é que ainda clarifiquem isto."