Pai confessa em tribunal que tentou matar os dois filhos

Um homem da Lousã, acusado da tentativa de homicídio dos filhos menores, mostrou-se arrependido por ter ateado fogo ao carro com os filhos no interior. Justificou o acto com o desespero de estar desempregado e com o medo de perder a guarda dos menores.