Pai de aluno da Escola Naval denuncia praxes abusivas

Um pai de um aluno de primeiro ano da Escola Naval denunciou praxes abusivas que ocorrem na instituição. "Privação do sono", "correr descalços" e "rastejar no chão sem roupa" são algumas das queixas apontadas à praxe abusiva que é feita com os jovens formandos. A Marinha negou tais práticas da instituição.