Os motoristas de matérias perigosas vão manter a greve e esta quinta-feira Pedro Pardal Henriques vai estar à espera da ANTRAM para reunir. A garantia é dada pelo porta-voz do sindicato. Pardal Henriques desvaloriza o acordo alcançado entre a Fectrans e a ANTRAM, por considerar que não corresponde ao prometido pelos patrões.