Partilha de dados: comunidade bielorrússia teme pela sua segurança

Só quinta feira é que Fernando Medina vai divulgar as conclusões da auditoria aos serviços da autarquia para averiguar como são tratados os dados pessoais de manifestantes.

O caso está a provocar ondas de choque e a comunidade bielorrussa diz, por exemplo, que não se sente segura até perceber que dados foram partilhados com as autoridades do seu país.

Sobre "Jornal das 8"