PJ detém administrador judicial nos Açores que terá tentado desviar quatro milhões de euros

Um administrador judicial e uma mulher por suspeitas de terem desviado 4 milhões de euros de uma empresa insolvente.

O caso aconteceu nos Açores. Os dois envolvidos já foram ouvidos pela justiça. A mulher de 55 anos ficou detida por ser reincidente em crimes de burla.
 

Sobre "Jornal das 8"