Polémica judeus: "Se vasculharmos nos nossos antepassados, vamos encontrar alguém que foi expulso de algum país"

Uma iniciativa dos deputados socialistas está a dividir o próprio partido. Em plena pandemia a proposta de lei pretende dificultar a atribuição da nacionalidade portuguesa aos descendentes de judeus sefarditas expulsos da Península Ibérica no final do século XV.

Esther Mucznik, da Comunidade Israelita de Lisboa e que integra a Comissão de Análise das Candidaturas em Lisboa, entende que a atribuição de nacionalidade portuguesa serve como forma destas pessoas "homenagearem o seus antepassados".

Miguel Sousa Tavares discorda redondamente desta visão dizendo que aquilo que os judeus ibéricos querem é ter a "a nacionalidade deles, a portuguesa e por acréscimo a europeia. É um negócio"

Sobre "Jornal das 8"