Polícia Judiciária passou a manhã na casa de João Rendeiro

A Polícia Judiciária foi, esta segunda-feira, à casa de João Rendeiro para verificar se a coleção de obras de arte apreendida, no âmbito do processo ligado ao BPP, permanece intacta

Em causa estão 124 obras de arte, que incluem esculturas e pinturas avaliadas em vários milhões de euros e que ficaram à guarda da mulher de João Rendeiro.

Sobre "Jornal da Uma"