António Costa fecha as portas a Governo de Bloco Central

António Costa rejeita, uma vez mais, qualquer ideia de Bloco Central, mesmo em momento de crise como esta que Portugal atravessa.

No discurso de abertura da Comissão Nacional do Partido Socialista, o primeiro-ministro procurou cativar Bloco e PCP, mas avisa a esquerda e direita que este não é o momento de provocar crises políticas.

Sobre "Jornal das 8"