António Costa interrompe campanha devido ao furacão Lorenzo

O Primeiro-Ministro diz que, salvo alguma surpresa, já não se justifica a deslocação ao arquipélago dos Açores. O chefe de Governo acompanhou a passagem do furacão na sede da Proteção Civil e participou numa teleconferência com os serviços de proteção civil regionais.

Sobre "Notícias"