Catarina Martins deixa aviso: "Não queremos que haja pontes queimadas"

A coordenadora bloquista acusou hoje o PS de ter reescrito "um pouco a história destes quatro anos com factos que não correspondem à verdade", considerando que para continuar o trabalho é bom que as pontes "nunca se queimem".

"As eleições fazem-se sempre de balanços do que foi feito e dos caminhos que se querem trilhar e, na verdade, nas últimas semanas, o PS reescreveu um pouco a história destes quatro anos com factos que não correspondem à verdade", acusou.

As pontes construídas "durante quatro anos foram tão importantes para melhorar a vida das pessoas", destacou Catarina Martins aos jornalistas, "e o Bloco de Esquerda leva esse trabalho muito a sério".

Sobre "Notícias"