Se ganhar as eleições, o primeiro-ministro promete baixar o IRS através da criação de mais escalões, aumento das deduções em função do número de filhos e também criar cheques-creche. Em entrevista à Rádio Observador, na véspera da apresentação do programa eleitoral do PS, António Costa garante que a polémica das nomeações políticas está presente na hora de escolher a próxima equipa