Costa recusa estar a fazer chantagem ou ultimato ao Parlamento com demissão

Em 24 horas o país mergulhou numa crise política violenta e inesperada. O primeiro-ministro anunciou que se demite caso seja aprovada em plenário a lei que prevê a contagem integral do tempo de serviço dos professores. O Governo reuniu de emergência esta manhã; António Costa reuniu com o Presidente da República e falou ao país dizendo que se demite, caso os deputados confirmem em plenário aquilo que decidiram na quinta-feira na comissão de educação.