Cotonetes, palhinhas, talheres e pratos de plástico proibidos já em 2020

O Governo vai antecipar-se aos prazos previstos por Bruxelas e proibir plásticos descartáveis, o que deverá acontecer só no próximo ano. Há outras medidas de natureza ambiental: os sacos de plástico mais grossos vão ser mais caros e vai ser criada a taxa de vasilhame, para a devolução de garrafas.