Eurodeputado do PAN abandona o partido por "divergências políticas"

O PAN perdeu o seu único representante no parlamento europeu. 

Francisco Guerreiro invocou divergências políticas com o partido que o elegeu em 2019, por isso anunciou que se vai desvincular do partido, mas não renuncia ao mandato, mantendo-se como eurodeputado independente.

O PAN vê este afastamento com "profunda desilusão" e considera que o eurodeputado ao afastar-se devia renunciar.

Sobre "Jornal das 8"