Em Portugal, as caravanas partidárias já estão na estrada. De norte a sul do país, os cabeças de lista dos cinco partidos com representação no Parlamento Europeu desdobram-se em iniciativas à procura de votos. Umas eleições que são europeias, mas que claramente estão a ser assumidas como uma espécie de primeira volta das legislativas de outubro.