"Foram criadas as condições que permitem exercer o direito de voto de forma segura"

O primeiro-ministro, António Costa, apelou hoje ao voto, apesar de “demorar um bocadinho mais” por causa da pandemia, e agradeceu às pessoas que “estão a sacrificar o seu domingo” para assegurar o funcionamento do ato eleitoral.

Sobre "Jornal da Uma"