Demitiu-se Francisco José Ferreira, adjunto do secretário de Estado da Proteção Civil e líder do PS Arouca. Este dirigente político assumiu ao Jornal de Notícias ter sido ele a recomendar as empresas para comprar as 70 mil golas. A demissão adensa um pouco mais o caso, porque surge depois de o secretário de Estado José Artur Neves ter atribuído responsabilidades para a Proteção Civil.