Governo recusa entregar plano da TAP aos deputados por conter "informação sensível"

O Ministro das Infraestruturas foi esta terça-feira ouvido no Parlamento para explicar o plano para salvar a TAP.

Pedro Nuno Santos criticou a gestão privada da companhia aérea, mas a polémica mais acesa da tarde aconteceu quando o ministro se recusou a entregar o documento com a reestruturação aos deputados, por conter "informação sensível sobre a estratégia comercial da empresa".
 

Sobre "Jornal das 8"