"Hoje ter filhos é uma condição de pobreza"

José Soeiro (BE) defendeu que, atualmente, "mesmo para quem trabalha, que recebe o salário mínimo ou pouco mais, ter um ou dois filhos, já está numa condição de pobreza"