O Presidente da República explicou este sábado a promulgação, na sexta-feira, do diploma que regula o regime de confidencialidade nas técnicas de procriação medicamente assistida. A nova legislação ressalva o direito de acesso a informações de natureza genética por pessoas nascidas em consequência destes processos.