Marinho e Pinto garantiu que as "querelas" que se estão a ver em altura de eleições são fabricadas para proveito dos partidos.