Ministro da Defesa assume "responsabilidade política"

O ministro da Defesa assume a responsabilidade política no caso do furto de material de guerra em Tancos, "pelo simples facto de estar em funções". Azeredo Lopes confirma também que a informação foi prontamente comunicada aos países aliados por uma questão de "lealdade". Declarações no mesmo dia em que o chefe do Estado-maior do Exército admitiu que a "escolha a dedo" dos Paióis de Tancos se deveram a informação interna