"Na greve dos motoristas assistimos a uma telenovela com o primeiro-ministro como protagonista”

O CDS parece ter-se colocado lado de Pardal Henriques, na questão dos motoristas, e de Mário Nogueira, no que diz respeito à carreira dos professores. Assunção Cristas garantiu que "é preciso reformar o Estado e a Administração Pública e isso é prioritário". Contudo, no que diz respeito aos motoristas, "o CDS disse que era precisamos de mudar a lei da greve” e, nesses dias, “assistimos a uma telenovela com o primeiro-ministro como protagonista”.