Novo imposto, Mortágua e a "geringonça"

O novo imposto sobre o património ainda não está fechado, nem no valor dos imóveis a que se irá aplicar, nem na definição da taxa ou das cláusulas de salvaguarda. A TVI sabe que as Finanças ainda estão a estudar o assunto, razão pela qual o anúncio feito por Mariana Mortágua, e depois pelo deputado socialista Eurico Brilhante Dias, foi considerado precipitado e gerou mal-estar no seio da “geringonça”.