Nuno Melo garantiu, este domingo, que o CDS está mais mobilizado hoje do que estava em 2009.