"O ministro está mal quando acha normal a posição da Holanda"

Paulo Rangel concordou com os restantes membros do painel, destacando que, na sua opinião, Mário Centeno está errado quando reconhece que a posição da Holanda no Eurogrupo foi ditada por razões nacionais e acha essa posição é "normal".

"O ministro das Finanças esteve muito embaraçado na explicação dos acordos do Eurogrupo, o que se compreende", frisou. 

Para o eurodeputado, o condicionalismo só não existe para os gastos de saúde. "Vamos ter de reformular os serviços de saúde para este tipo de riscos", acrescentou, dizendo que temos em mãos um problema político e não só um problema financeiro-económico.  
 

Sobre "Notícias"