Orçamento do SNS: "Mais de 600 milhões foram apenas para liquidação de pagamentos em atraso”

A ministra da Saúde reconheceu esta sexta-feira que a redução do défice do SNS em 2019 para 621 milhões ficou aquém do que estava previsto, sublinhando o aumento dos custos com pessoal, sobretudo com contratações, descongelamentos e valorizações remuneratórias.