Jerónimo de Sousa acredita que os resultados de domingo da CDU são um sinal de alerta para as legislativas de outubro. Para o líder do PCP, só o reforço do partido pode impedir o retrocesso dos direitos conseguidos e não se mostra arrependido do acordo com o PS. Já no que toca a entendimentos futuros, tudo depende das políticas