Primeiro-ministro acusa oposição de "brincar com o fogo"

Costa voltou ao ataque, ontem à noite, já depois da maratona de reuniões e audiências e depois de ter deixado a ameaça de demissão