Professores: Costa acusa sindicatos de intransigência

António Costa acusa os sindicatos dos professores de intransigência no processo negocial. Questionado pela oposição sobre quanto do tempo congelado vai afinal ser contabilizado, o primeiro-ministro diz que não há margem orçamental para contar todo o tempo e que os sindicatos não apresentaram nenhuma outra proposta.