"PS fez um esforço genuíno e sincero de aproximação às posições dos partidos à nossa esquerda"

O secretário-geral adjunto do Partido Socialista, José Luís Carneiro, afirmou este sábado que o novo conjunto de propostas para o Orçamento do Estado para 2022 (OE2022) já são uma resposta às reivindicações da esquerda e que "não é do interesse nacional haver eleições".

Em entrevista à TVI24, o socialista foi questionado se acredita que há um sério risco do Orçamento ser reprovado, mas não respondeu de forma direta. Ao invés, apontou que o Governo tem uma proposta que é "boa" e "responsável" para o país.

Aquilo que o Governo fez foi apresentar uma proposta boa para as prioridades de serviço ao país e simultaneamente responsável", disse José Luís Carneiro.