Salário mínimo: "Não podemos ter aumentos com pés de barro"

António Costa insiste na necessidade de aumentar o salário mínimo nacional para 750 até 2023. Mas, sublinha, o processo tem de ser sólido e concertado entre patrões e sindicatos. A "prioridade" do programa do Governo foi explicada aos militantes socialistas pelo próprio secretário-geral.

Sobre "Jornal da Uma"