Santana: da catástrofe após ser demitido à admiração no Brasil por ter abandonado entrevista em direto

Na entrevista em Gente Que Não Sabe Estar, Pedro Santana Lopes lembrou quando foi demitido por Jorge Sampaio, porque se lhe seguiu a maioria absoluta de José Sócrates...

O presidente do Aliança não quis falar em nova catástrofe, mas espera que os portugueses estejam atentos agora que se fala novamente em maioria absoluta.

O político, que deixou o PSD depois de perder as eleições diretas para Rui Rio, lembrou ainda o episódio em que abandonou os estúdios da SIC Notícias por causa de José Mourinho e revelou que é bastante admirado no Brasil por causa disso.

O candidato a primeiro-ministro pelo Aliança não poupou nas críticas ao governo de António Costa e à esquerda pela maneira como deixaram o SNS ao fim de quatro anos de governação.

Sobre "Gente Que Não Sabe Estar"