Se o PS conseguir maioria absoluta, "fica com as mãos livres para fazer o que entender"

Jerónimo de Sousa dedicou o dia ao Baixo Alentejo, região historicamente favorável à CDU.

Se o PS "ficar com maioria absoluta, podem fazer o que entenderem"

O secretário-geral comunista criticou com dureza o PS, que trata os parceiros como empecilhos.

Em Beja, Jerónimo de Sousa mandou mesmo calar as aves agoirentas.